Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Quais são os impactos da logística portuária no processo logístico?

Apesar de ser vista como uma tarefa complexa, é importante ter conhecimento e saber utilizar a logística portuária a seu favor.

Atualizado em

29 de junho de 2021

Autor

Grupo Tracbel

Categoria

Bastante comum no comércio exterior, a logística portuária é um segmento de grande relevância, visto que é por meio dela que se faz o adequado planejamento para deslocar cargas com o melhor uso de ferramentas e com o emprego de processos administrativos eficientes para as atividades comerciais.

No segmento, são planejadas determinadas etapas, como as arrumações de carga para transporte, as movimentações até o destino e os descarregamentos de embarcações, bem como os recebimentos de insumos e de produtos diversos — tudo para o pleno funcionamento das atividades comerciais de um país, como dito.

Apesar de ser vista como uma tarefa complexa, é importante ter conhecimento e saber utilizar a logística portuária a seu favor. Por isso, neste conteúdo, vamos falar sobre como ela funciona e de que forma influencia o processo logístico como um todo. Boa leitura!

O que é a logística portuária?

A logística portuária traz como principal propósito compreender e lidar com transações ligadas ao movimento de cargas, independentemente de serem de transporte, de carregamento ou de descarregamento de embarcações — sejam essas operações marítimas, sejam essas operações aviárias.

Ela é considerada uma das atividades mais complexas, uma vez que as instituições responsáveis e os órgãos regulamentadores são extremamente exigentes, solicitando a discriminação de diversos dados, o que acaba por refletir em custos e prazos.

A sua estrutura pode ser dividida em três categorias, que são basicamente: complexo fixo; operação e administração. Observe, a seguir, um pouco mais sobre cada uma delas.

Complexo fixo

O complexo fixo é responsável por tudo que diz respeito às instalações que formam a estrutura física de toda a logística portuária.

Logo, é o complexo fixo que responde pelo conjunto de instalações, como terminais portuários, portos, armazéns, cais e todos os equipamentos e maquinários envolvidos.

Administração

A administração da logística portuária é composta por todas as entidades relacionadas à gestão dos portos logísticos. Portanto, são elas as docas, o GEMPO, o OGMO e o CAP.

Operação

O setor de operações é o segmento que lida com todas as operações portuárias, sendo, então, representado por rebocadores, operadores portuários, pilotos marítimos e pelo Sindicato de Trabalhadores Avulsos.

Esse é o segmento da logística portuária que mais requer investimentos e profissionais de qualidade. Inclusive, é necessário haver profissionais especializados em processos de logística, como engenheiros, operadores, pilotos marítimos, entre outros.

Como a logística portuária pode impactar o processo logístico como um todo?

Processos logísticos, no geral, influenciam — e muito — a economia de um país e o sucesso de um negócio. A logística portuária não é diferente, já que ela exerce uma grande influência em vários fatores de um empreendimento. Os custos são um exemplo.

Um processo dispendioso e pouco eficiente pode gerar custos maiores para produtos produzidos a partir do material originado dessas operações logísticas. Portanto, é evidente que, para o mercado se tornar mais competitivo, é preciso que a logística portuária seja eficiente e estratégica, o que gerará um mercado com preços e custos mais competitivos.

Além dos custos, podemos citar o embarque, a estocagem e o armazenamento, a movimentação e o empilhamento de mercadorias, entre outros fatores. Todos podem ser fortemente influenciados pela política de funcionamento da logística portuária.

Quais equipamentos são importantes para uma boa logística portuária?

Uma boa logística portuária depende de equipamentos e de estruturas adequados e que tornem todo o processo mais ágil e eficiente. A seguir, vamos ver o exemplo de alguns equipamentos que podem fazer toda a diferença.

Empilhadeiras

Comuns no cotidiano de toda empresa de logística, as empilhadeiras são equipamentos amplamente empregados na carga e na descarga de mercadorias e de produtos.

Elas são versáteis e muito úteis; no entanto, é necessário saber manuseá-las para alcançar um bom aproveitamento. Além disso, vale ressaltar que existem empilhadeiras de vários modelos e que podem atender a diferentes movimentações.

Transpaletes

Os transpaletes são equipamentos antigos e que têm como principal função deslocar materiais de maneira ordenada, com poucos custos e facilitando a vida de quem trabalha em estoque.

Eles são basicamente destinados à movimentação horizontal, de modo que é necessário ter muita atenção e cuidado ao designá-los para a realização de outras atividades.

Guindastes

Também muito tradicionais em atividades logísticas, os guindastes são importantes para a movimentação de cargas maiores e mais pesadas.

Assim como nos demais exemplos de equipamentos, existem diversos modelos e tipos de guindastes e a sua utilização deve ser feita sempre com muito cuidado e por profissionais capacitados.

Transelevadores

Os transelevadores são robôs desenvolvidos para armazenar produtos de forma automatizada, estejam eles em paletes, estejam eles em outras unidades menores de armazenamento.

Eles se deslocam em longos estoques, utilizando toda a altura do galpão com a função de armazenar produtos e movimentar-se desde a entrada até a saída de um armazém. Portanto, são equipamentos que tornam as operações bem mais simples e eficientes.

Existem diversos tipos de transelevadores que podem variar de acordo com as características de um estoque e das mercadorias que vão ser manipuladas. Além disso, esse é um equipamento muito versátil, que pode ser montado de acordo com as necessidades e com o layout do armazém.

Pontes rolantes

A ponte rolante é um equipamento de elevação e de transferência de carga que possibilita o deslocamento de mercadorias dentro de uma área fixa.

Ela é geralmente utilizada para transferir produtos volumosos, pesados ou que sejam de difícil manuseio. As pontes rolantes usualmente são empregadas para carregar mercadorias por pequenas distâncias dentro de um armazém.

Elas podem ser encontradas no tipo rolante, suspensa, uni-viga ou ainda dupla-viga. Essa escolha depende muito da configuração física do local, da velocidade esperada no transporte e do material que será transportado.

Qual é a importância da logística portuária para um país?

Nos portos brasileiros, grande parte das transações que ocorrem é relativa a atividades do comércio exterior. Portanto, falamos de importação e de exportação de produtos e de insumos que são voltados a atividades de produção.

Desse modo, é fácil concluir que, para a economia brasileira, as operações de logística portuária têm um papel muito importante no seu crescimento. Isso porque todas as atividades de produção dentro do país dependem do funcionamento pleno e estratégico dessas operações logísticas.

Quais são os problemas enfrentados pela logística portuária brasileira?

Existem alguns problemas que são importantes de serem ressaltados por impedirem a expansão e o melhor aproveitamento da logística portuária brasileira.

A infraestrutura dos portos, por exemplo, é um grande desafio na logística brasileira, já que apresenta problemas muito debatidos, como a dificuldade de manipulação de cargas e o acesso difícil aos transportes e a ferrovias.

O transporte rodoviário ainda é a forma mais tradicional e utilizada para o deslocamento de cargas. Mesmo assim, boa parte da malha rodoviária carece de investimento em pavimentação adequada, o que torna difícil o escoamento em curto prazo.

Por envolverem um conjunto de operações abarcando trabalhos de vários níveis operacionais e administrativos, a logística portuária gera muitas oportunidades de negócios e ganhos grandes. Existem diversas políticas de fomento governamentais visando a reduzir burocracias para que seja possível que as empresas otimizem os seus processos, melhorando os prazos e os custos das suas operações.

Como visto, a logística portuária tem um potencial alto, mas que ainda não é explorado, principalmente por sua complexidade. Por isso, é tão importante investir no setor e aumentar a competitividade no cenário brasileiro.

Se você gostou deste conteúdo e quer investir mais na logística portuária, entre em contato com a gente e descubra como os nossos equipamentos podem fazer toda a diferença para você.

Você também vai gostar

Bem-vindo ao novo site do Grupo Tracbel

Clique e escolha uma das opções abaixo:

Compre com segurança e comodidade