Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

5 passos para elaborar um plano de manutenção preventiva para máquinas

Deseja compreender como elaborar um plano de manutenção preventiva eficiente para máquinas? Leia este post!

Atualizado em

28 de dezembro de 2021

Autor

Grupo Tracbel

Categoria

É normal ter dúvidas sobre a montagem de um plano de manutenção preventiva para máquinas. No entanto, esse planejamento é essencial para aumentar os lucros e diminuir os custos operacionais em empresas de todos os ramos. Ele é indispensável para fábricas e prestadores de serviços, mas requer cuidados específicos e ajustes no decorrer do tempo.

Os maquinários sofrem um processo de degradação devido ao uso contínuo, razão pela qual um plano de manutenção preventiva ajuda a manter o seu perfeito funcionamento. Neste conteúdo, vamos explicar o que é e para que serve esse planejamento para máquinas, além de fornecer um passo a passo para elaborar uma estratégia eficiente.

Deseja compreender como é possível fazer um plano de manutenção preventiva para os equipamentos? Siga em frente!

Saiba o que é e para que serve um plano de manutenção preventiva

Plano de manutenção é um planejamento registrado por meio de um documento com o objetivo de consertar ou conservar as máquinas. Trata-se de uma atividade que vai garantir a segurança dos colaboradores e o funcionamento adequado dos equipamentos utilizados no dia a dia. Ela pode ser realizada por qualquer pessoa que tenha o objetivo de diminuir os gastos com ações corretivas.

Um plano de manutenção serve para aumentar a vida útil dos equipamentos, reduzir as falhas e os defeitos nos ativos, programar atividades que elevam a eficiência de máquinas, diminuir gastos desnecessários com os maquinários, criar processos padronizados e mais seguros, controlar a qualidade das revisões e aumentar o retorno financeiro.

Compreenda a importância de elaborar um plano de manutenção

Elaborar um plano de manutenção eficiente é muito importante para evitar erros nos processos. Essa é uma decisão estratégica que pode levar um negócio a ser bem-sucedido, já que possibilita o planejamento dos recursos financeiros mais assertivos e aumenta a precisão dos equipamentos. Essa atividade evita paradas não programadas e elimina prejuízos desnecessários.

Confira como elaborar um plano de manutenção preventiva para máquinas

A fim de fazer um plano de manutenção preventiva para máquinas, é necessário elaborar um cronograma e definir os profissionais qualificados que vão realizar as atividades. Considere as necessidades do negócio e os equipamentos que vão precisar da revisão periódica. Veja, a seguir, um passo a passo para compreender melhor como funciona a criação desse documento!

1. Levante as informações

Inicie levantando as informações de todos os equipamentos que estão em funcionamento, registre o histórico de atividades realizadas e das peças que foram trocadas. Reflita sobre as ocorrências mais corriqueiras e defeitos que costumam surgir com frequência. Colete dados referentes aos últimos 12 meses para definir as prioridades.

2. Crie um checklist

Faça um checklist de manutenção para que os técnicos sigam um procedimento de verificação das máquinas depois da intervenção preventiva. Essa documentação vai mostrar os passos dados e armazenar de forma segura as atividades executadas para prevenir ocorrências negativas. Você pode organizar um planejamento para segurança, lubrificação e mecânica.

3. Crie um inventário das máquinas

É fundamental criar um inventário das máquinas utilizadas em um negócio. A tarefa é necessária para garantir que as verificações preventivas sejam feitas nos equipamentos de operações importantes. Anote a marca e o modelo dos maquinários, as especificações, os números de série, as localizações e outras identificações.

4. Planeje as rotinas de manutenção

Determine as tarefas do seu plano de manutenção preventiva, assim com os trabalhos cruciais para a realização delas. Decida se as atividades deverão ocorrer semanalmente, mensalmente, trimestralmente, semestralmente ou anualmente. Também é aconselhável programar os horários de execução das revisões e o tempo de inatividade.

5. Estruture indicadores de produtividade

Outro passo que não pode faltar para quem pretende fazer um plano de manutenção eficaz é a estruturação dos indicadores de produtividade. Esses dados revelam se o planejamento está funcionando ou se é precisa ajustar. Monitore as métricas de rentabilidade por máquina, intervalo entre reparos e o tempo médio do atendimento.

Esses são os 5 passos para elaborar um plano de manutenção preventiva para máquinas. O planejamento elimina ou reduz significativamente os acidentes de trabalho, diminui custos em longo prazo, otimiza e agiliza as entregas, impede a ociosidade das máquinas, facilita os deslocamentos e evita atrasos no início das atividades diárias.

Quer obter mais informações sobre o tema? Então continue lendo e entenda a importância da manutenção de máquinas agrícolas!

Você também vai gostar

Bem-vindo ao novo site do Grupo Tracbel

Clique e escolha uma das opções abaixo:

Compre com segurança e comodidade