Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Carga portuária: entenda melhor sobre a movimentação nesse setor

Veja mais sobre como é a movimentação da carga portuária no Brasil e descubra qual é o maquinário necessário para a atividade.

Atualizado em

22 de junho de 2021

Autor

Grupo Tracbel

Categoria

O Brasil conta com diferentes modais de transporte. Apesar da predominância do transporte rodoviário, o modal hidroviário marítimo também é muito usado no comércio nacional e, principalmente, internacional — estamos falando da logística portuária.

A logística portuária se responsabiliza pelo carregamento e transporte das maiores cargas no período mais curto possível. Neste post, abordaremos mais o tema. Entenda melhor sobre a movimentação da carga portuária no Brasil!

A logística portuária no Brasil

De modo geral, a logística portuária se divide em três:

  • complexo fixo;
  • administração;
  • operação.

Complexo Fixo

Abrange todas as estruturas para que a logística portuária funcione corretamente: cais, terminais portuários, armazéns e todas as máquinas necessárias. Diante da importância do setor, o Complexo Fixo é fundamental para que o manuseio da carga portuária seja satisfatório.

Administração

A logística portuária depende de uma boa administração, que é realizada pelos órgãos encarregados de gerenciar os portos. Conjuntamente, eles gerenciam o que se refere ao operador portuário até a modernização dos sistemas que configuram os portos.

Exemplo de administração é a doca, ou marina. Ela realiza funções como carregamento/descarregamento, abrigo e reparo de barcos.

Operação

Consiste na efetivação da logística que foi programada antecipadamente. Integram esse setor, entre outras peças, os rebocadores e operadores portuários. Os operadores manipulam máquinas e cargas enquanto os rebocadores são embarcações desenvolvidas para ajudar nas manobras de outros barcos.

A movimentação da carga portuária no Brasil

A movimentação geral de carga portuária no país aumentou 4,2% em 2020, quando comparada com 2019, o que representa uma soma total de R$ 1,151 bilhão de toneladas. Esses são dados da Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários) e da Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários

São números que confirmam a resiliência e o potencial de entrega da logística portuária. Ela conseguiu manter os níveis mais elevados de prestação de serviços, permitindo que as mercadorias continuassem sendo comercializadas para fora do Brasil, bem como assegurando a importação e, consequentemente, mantendo a economia nacional em alta.

Além disso, foram programados alguns leilões para 2021 a fim de atrair investimentos na área, de mais de R$ 4 bilhões. Entre 2019 e 2020, o setor portuário foi o que mais concentrou leilões federais. Os números são relevantes para mostrar que a área reagiu positivamente à crise gerada pela pandemia.

Quais os perfis de carga portuária que mais se destacam?

Em 2020, ainda conforme a Antaq, a movimentação do granel líquido foi o grande destaque da logística portuária, com uma alta de 14,8% (289,5 milhões de toneladas) em relação a 2019.

Em seguida, aparece o granel sólido com um aumento de 1,2% (288,9 milhões de toneladas). Depois, temos os contêineres como carga portuária mais movimentada em 2020 (aumento de 1,1% e 118,2 milhões de toneladas). Referente à carga geral solta, houve uma retração de 0,3% (54,2 milhões de toneladas).

Qual é o maquinário necessário para a carga portuária?

Os equipamentos usados na movimentação da carga portuária se baseiam no tipo de produto e na área disponível para alocar a máquina pesada. Entre os principais equipamentos, destacamos alguns logo abaixo.

Empilhadeiras

As empilhadeiras são máquinas comuns em empresas que trabalham com logística. São usadas no carregamento e na descarga de diferentes materiais.

Conseguem movimentar cargas com peso entre 1.000 a 45.000 quilos. Há diferentes tipos e modelos de empilhadeiras, como as empilhadeiras movidas a diesel e as elétricas. Dentro desta categoria, os Reachstacker são as configurações mais comuns neste segmento.

Guindastes

Equipamentos muito usados em terminais rodoviários, portos, indústrias e construção civil tem como finalidade principal levantar materiais pesados. Há diferentes tipos de guindastes, como gruas, pórticos, pinças e munks.

Outros equipamentos

Outros equipamentos usados em logística portuária são:

  • tractors (caminhões especiais);
  • pipelayers;
  • pontes rolantes;
  • transpaletes.

Para ajudar na movimentação de carga portuária, a Tracbel conta com peças para diferentes máquinas, incluindo empilhadeiras, pipelayers, carregadeiras, pavimentadoras, escavadeiras e outros equipamentos.

Para mais detalhes sobre os serviços e produtos oferecidos pela Tracbel, entre hoje mesmo em contato conosco!

Você também vai gostar

Bem-vindo ao novo site do Grupo Tracbel

Clique e escolha uma das opções abaixo:

Compre com segurança e comodidade