Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Amortecedores de Veículos | 6 sinais que podem indicar desgaste

Só quem pega as estradas brasileiras conhece os diversos problemas de qualidade que podem causar desgaste nos amortecedores de caminhão.

Atualizado em

26 de maio de 2023

Autor

Grupo Tracbel

Categoria

Amortecedores de Veículos | 6 sinais que podem indicar desgaste

Só quem pega as estradas brasileiras conhece os diversos problemas de qualidade que podem causar desgaste nos amortecedores de caminhão. Essas dificuldades estruturais trazem preocupações por conta da troca excessiva de peças e do aumento nos gastos, não é mesmo? Sem contar os riscos em relação à segurança quando qualquer componente não funciona como o esperado.

Responsáveis por manter o contato dos pneus com o solo, garantir a estabilidade ao rodar e controlar os movimentos de aberturas e de fechamento das molas, os amortecedores também evitam que outras peças sejam desgastadas. Como um todo, faz muita diferença reconhecer os cuidados necessários para se antecipar às falhas.

Quer saber mais? Vamos tirar dúvidas e falar neste artigo sobre 6 sinais de desgaste nos amortecedores de veículos.

Entenda a necessidade de ter cuidado com os amortecedores de veículos

Para ajudá-lo a identificar os principais sinais de desgaste, vamos primeiro mostrar por que é indispensável ter atenção especial aos amortecedores. Eles são componentes de destaque na suspensão dos veículos e estão montados entre os eixos e o chassi. Quando o veículo faz os movimentos de oscilação nas estradas para cima e para baixo, são os amortecedores que absorvem os impactos.

Além disso, também são responsáveis por minimizar os choques na suspensão que acontecem pelos impactos causados pelo tipo de piso em que o tráfego é realizado. O grande diferencial está em manter os amortecedores em bom estado de funcionamento. Essa medida otimiza o funcionamento de todos os elementos mecânicos do chassi e das molas e prolonga a durabilidade para evitar quebras ao longo do tempo. Vale citar ainda que o bom estado dos amortecedores faz toda a diferença no conforto de quem passa muitas horas no transporte de cargas.

Conheça os sinais que podem indicar desgaste nos amortecedores de veículos

Agora que você já sabe por que manter os amortecedores em dia é tão importante, vamos falar sobre os principais sinais que indicam desgastes no componente. Ter esse conhecimento é também uma medida de segurança para o condutor do caminhão. O principal motivo é que os amortecedores são de dupla ação na maioria dos casos, isso para fazer o controle de suspensão quando as molas são comprimidas e distendidas pelos movimentos de oscilação.

1. Falta de estabilidade

Um ponto que liga o sinal vermelho em relação ao desgaste nos amortecedores é a falta de estabilidade do veículo. Ela se dá por movimentações oscilatórias frequentes, especialmente quando o veículo está fazendo movimentos de curva nas estradas. O perigo fica mais evidente quando o caminhão está sem estabilidade, o condutor sente mais dificuldade de manter o controle da direção, e isso pode causar acidentes e danificar as cargas transportadas.

2. Perda de eficiência

A perda de eficiência dos amortecedores durante as frenagens é a capacidade reduzida nessa função. Esse problema se torna mais claro quando o caminhão está carregado e pode acontecer por várias causas. Veja abaixo as principais:

  • problemas mecânicos e pneumáticos do sistema de freios;
  • falta de manutenção;
  • aquecimento nas rodas por condução sem habilidade;
  • combinação de todos os fatores acima.

Quem é experiente na condução de veículos percebe logo de cara a mudança no comportamento da força de inércia empurrando o caminhão, ainda que esteja freando. Como consequência disso, acontece o risco iminente de acidentes.

3. Ruídos e estalos

Conforme o estado de manutenção do caminhão, o condutor pode ainda ouvir chiados nas rodas ao frear o veículo. Já os estalos são menos prováveis de serem ouvidos. Os sons podem ser identificados também como uma espécie de batida mais seca. Esses ruídos tendem a ficar mais altos conforme os amortecedores ficam mais velhos ou em momentos em que são mais exigidos nos trajetos, principalmente quando o veículo está cheio de cargas pesadas.

4. Vazamento de óleo

Com o passar do tempo e a frequência da utilização, os amortecedores sofrem cada vez mais desgastes e podem perder eficiência por vazamentos de óleo/fluído para a parte externa. Isso acontece também devido a vazamentos internos nas câmaras do amortecedor, por deficiência de vedação nas válvulas internas dos êmbolos.

De tempo em tempos, é preciso retirar o componente do veículo e fazer testes de ação. O recomendado, em situações como essas, é avaliar/testar conforme orientações do fabricante do veículo. As ações feitas de maneira preventiva são fundamentais para minimizar problemas na suspensão do veículo e ter mais tranquilidade na direção.

 5. Desgaste fora do normal nos pneus

Se os amortecedores não estão bem conservados, uma das consequências pode ser o desgaste fora do normal nos pneus. Aqui, mais uma vez, é necessário falar da importância de verificar preventivamente conforme o período/km/hora trabalhada pelo fabricante o estado dos amortecedores para que a suspensão funcione como o esperado. Também vale acompanhar com frequência o comportamento de desgaste nos pneus, com destaque para os de rodado simples.

6. Feixes de mola quebrados ou trincados

Por fim, esteja atento aos feixes de mola do caminhão. Caso apareçam trincados ou a peça se quebre, isso representa um sinal importante de que o amortecedor enfrenta dificuldades em cumprir sua função.

Veja como evitar desgastes nos amortecedores do veículo

É essencial ter em mente que o amortecedor representa um componente que se desgasta naturalmente e tem um ciclo programado. Alguns cuidados de condução em terrenos muito irregulares são necessários para não acontecer a quebra antes de atingir o objetivo do ciclo de utilização.

A substituição do amortecedor do veículo deve ser feita quando existir o vazamento de fluído/óleo, perda da eficiência e as buchas de fixação deles devem ser substituídas quando são disponíveis pelo fabricante do veículo. O recondicionamento dos amortecedores não é recomendado, após cumprir o ciclo de utilização, a troca deve ser realizada.

Deu para perceber quais são os sinais que representam os desgastes nos amortecedores de veículos, não é mesmo? Uma boa sugestão, nesse caso, é contar com a ajuda especializada para solicitar uma verificação periódica e identificar o estado de ação do amortecedor. Além disso, vale observar também barras estabilizadoras, buchas e articulações desse sistema, principalmente do sistema dianteiro do veículo.

Gostou das informações do artigo? Então compartilhe este conteúdo em suas redes sociais para que seus amigos também descubram o que fazer quando os amortecedores apresentarem sinais de desgaste.

Você também vai gostar

Bem-vindo ao novo site do Grupo Tracbel

Clique e escolha uma das opções abaixo:

Compre com segurança e comodidade