Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Manutenção preventiva de máquinas: como funciona e quando fazer?

Deseja entender como a manutenção preventiva de máquinas funciona na prática? Leia este post agora!

Atualizado em

21 de dezembro de 2021

Autor

Grupo Tracbel

Categoria

As máquinas são muito importantes para os processos produtivos das empresas. Por esse motivo, é necessário investir em manutenção preventiva. Essa atividade deve ser considerada se você deseja eliminar custos com manutenções corretivas e evitar que a produção seja paralisada por longo tempo. Ela também diminui os riscos de acidentes e gera uma série de benefícios.

Um deles é o gerenciamento eficiente das paradas das máquinas para a execução das revisões regulares. Mas, para que as tarefas sejam realizadas com assertividade, é aconselhável compreender o funcionamento dessas manutenções. Neste post, vamos explicar como funciona a manutenção preventiva de máquinas e qual a sua importância, além de mostrar com qual frequência é importante realizá-la.

Gostaria de saber o que significa fazer a manutenção preventiva de máquinas? Continue lendo este artigo!

O que significa fazer a manutenção preventiva de máquinas?

Fazer a manutenção preventiva é uma prática que deve ser adotada nas empresas e prestadoras de serviços com regularidade. A atividade envolve um conjunto de ações de monitoramento e controle, as quais são aplicadas para a conservação dos equipamentos em suas melhores condições de uso. Essa estratégia serve para todos os tipos de bens, inclusive para a gestão de frotas.

Como a manutenção preventiva de máquinas funciona na prática?

É preciso aprender a colocar em prática um plano de manutenção de máquinas para obter várias vantagens. Existem algumas ações que são fundamentais para que esse planejamento funcione corretamente na prática e ofereça os resultados desejados. Veja, a seguir, como é possível tirar essa ideia do papel e começar a utilizá-la em seu dia a dia!

Mapear os equipamentos

Mapeie todos os seus equipamentos para dar início ao processo e para garantir que a manutenção preventiva alcance o sucesso. Comece mapeando as máquinas e fazendo anotações sobre todas as suas características, tais como a condição atual dos maquinários, a sua localização, a expectativa de vida e o tempo de operação dos equipamentos.

Realizar auditorias

Faça auditorias dos seus maquinários utilizando a lista criada por meio do mapeamento para averiguar alguns dados específicos. Analise se os seus equipamentos estão atendendo as demandas e atingindo as metas sem sobrecargas de trabalho. Verifique o custo da manutenção das máquinas e avalie se é mais eficiente fazer a sua troca ou continuar realizando os reparos.

Escolher os responsáveis

Escolha os profissionais que ficarão responsáveis por executar todos os tipos de manutenção nas máquinas e apresente a eles o seu planejamento. Isso vai ajudar a evitar confusão no momento de realização de cada tarefa e manterá o plano em funcionamento. Procure conhecer bem e avaliar a equipe que fará a revisão para ter certeza de que ela é qualificada.

Criar uma rotina de inspeções

Não espere uma máquina quebrar para fazer a manutenção, pois é melhor criar uma rotina de inspeções que eliminará despesas. Inspecione os maquinários visualmente para identificar possíveis problemas que poderão ocasionar falhas. Fique atento aos sinais de defeitos que surgem antes de ter que trocar uma peça e invista em prevenção.

Documentar todo o processo

Crie uma lista de tarefas para aprimorar a manutenção preventiva das máquinas. Uma rotina pode ser descrita em um checklist, por exemplo. Isso evitará esquecimentos e ajudará a documentar todo o processo de revisões. Registre tudo o que for executado e mantenha documentado o histórico de reparos, a ordem de serviço, o manual de usuário e o guia das máquinas.

Definir os períodos

Você pode definir a frequência das manutenções conforme orientações do fabricante que informam quais e de quanto em quanto tempo essas vistorias precisam ser feitas. Não deixe de seguir as instruções de fábrica das máquinas e de fazer as revisões indicadas, sejam elas preventivas ou corretivas. Se as revisões forem feitas fora do prazo, os gastos serão maiores.

Entendeu como funciona e quando fazer a manutenção preventiva de máquinas? Saiba que realizar essas revisões periódicas é uma decisão adotada por profissionais que precisam impedir que ocorrências negativas aconteçam. Ela evita as condutas reativas, ou seja, a reação para consertar os equipamentos depois que o problema já ocorreu e houve queda na produtividade.

Gostou do conteúdo? Siga em frente e conheça os tipos de manutenção e os seus benefícios!

Você também vai gostar

Bem-vindo ao novo site do Grupo Tracbel

Clique e escolha uma das opções abaixo:

Compre com segurança e comodidade